RESENHA: Batman – O que aconteceu ao Cruzado de Capa?

Uma resenha da HQ escrita por NEIL GAIMAN com arte de ANDY KUBERT

BM Cv686B ds

Por Henry Garrit

O que aconteceu com o Cruzado de Capa?

Ora, Neil Gaiman nos responde de pronto: Ele morre. Claro que morre. Quem esperaria por algo diferente? Mas com Batman as coisas nunca são tão simples assim…

Essa é a história definitiva, que narra a morte do Batman. O fim de sua carreira heroica seguido pelo justo e merecido descanso, contado da forma inteligente e poética, do jeito que se espera de uma história de Gaiman.

Anos atrás, para encerrar com chave de ouro a participação de um Superman prestes a ser reformulado após a Crise nas Infinitas Terras, Alan Moore nos presenteou com aquela que já é considerada clássica história “O que aconteceu ao Homem do Amanhã?, mostrando o desfecho das aventuras de Clark Kent como defensor da humanidade. De forma similar, o editor chefe da DC, Dan Didio, convidou Gaiman para dar sua versão de uma história final para o Homem Morcego. E o autor de Sandman não decepcionou.

plano-critico-batman-o-que-aconteceu-com-o-cavaleiro-das-trevas

Com ilustrações de Andy Kubert e capas de Alex Ross,  a trama mostra literalmente o funeral de Bruce Wayne, enquanto que ao redor do seu caixão, várias histórias são relembradas por seus amigos e inimigos ali presentes para lhe prestar uma última homenagem. A arte de Kubert emula quando necessário e de forma incrível o traço de alguns dos grandes nomes dos quadrinhos do passado que já contribuíram brilhantemente com o Homem Morcego, concedendo todo o clima nostálgico que a história pede. Como uma grande colcha de retalhos, personagens, lugares e acontecimentos distintos, oriundos de várias versões do personagem em sua extensa trajetória são resgatados e colocados todos juntos no mesmo tabuleiro, interagindo como se sempre estivessem ali, e não apenas na memória dos fãs. Trata-se de uma celebração aos Batmen de várias Eras e um belo reconhecimento aos autores do passado.

Aparentemente a história não tem  qualquer tipo de preocupação com continuidade, mas a verdade é que ela nos leva além, provando que pode ser considerada em qualquer versão do personagem, tornando-se atemporal. Dessa forma, esse enredo lúdico nos apresenta de forma surreal vários contos do Homem Morcego sob a perspectiva dos convidados. O ponto em comum entre eles é que todos contam a sua versão da morte do Cruzado de Capa, nos mostrando assim várias mortes do Batman.

detective-comics-853

Gaiman foge de todo padrão preestabelecido e conta sua história de forma não convencional, acrescentando lirismo e metafísica para explicar todos os seus “comos” e “porquês”, ainda que nem toda explicação seja necessariamente convincente, mas o leitor sabe disso e mergulha junto ao autor nessa piscina imaginária de possibilidades infinitas. O resultado são alguns tesouros luzindo com o melhor que o período ou cada versão do Batman escolhidos pelo autor tinham a oferecer.  Paralelo a isso, temos a perspectiva do próprio Batman que de forma etérea assiste ao funeral acompanhado de outro personagem misterioso. Enquanto ele tenta conciliar suas lembranças com as inconsistências das narrativas apresentadas no velório, essa misteriosa personagem o guia até o seu destino final.

Não espere nada previsível nessa que é a última história do Batman, segundo Neil Gaiman!

batman_whatever_happened_to_the_caped_crusader-03
O começo, o meio e o fim.

Curiosidades:

Essa história está repleta de referências e “easter eggs”. A imagem acima é apenas um exemplo entre vários.

Neil Gaiman gostava de usar o Batman e outros heróis em eventuais  aparições em Sandman, apenas para, segundo ele, lembrar que “isso” ainda fazia parte “daquilo”.

Originalmente lançadas nos EUA nas edições Batman #686 e Detective Comics #853, e no Brasil pela Panini  na revista mensal do Batman em duas partes, e mais tarde em um encadernado. Embora tenham optado pelo título em português “O que aconteceu ao Cavaleiro das Trevas?“, preferi utilizar a tradução mais fiel do original (Whatever Happened to the Caped Crusader?) para essa resenha: “O que aconteceu com o Cruzado de Capa?” que remete bem mais ao clima saudosista impresso pelos autores.

O encaderno contém outras histórias de Gaiman para o Morcego: “Batman Black White 2 – Um mundo em preto e branco“, “Secret Origins “36 (com a origem da Hera Venenosa) e Secret Origins Especial com as histórias “Pecados Originais” e “‘Quando’ é uma porta. A origem secreta do Charada”, posteriormente republicados em um encadernado próprio: “Origens Secretas – Os Maiores Vilões de Gotham”. 

Um comentário sobre “RESENHA: Batman – O que aconteceu ao Cruzado de Capa?

Deixe uma resposta para Rogerinho Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s