RESENHA: O UNIVERSO DE SANDMAN – A CASA DOS SUSSURROS: VOL. 1 – PODER APARTADO.

Por Henry Garrit

O Sonhar está com problemas desde que o seu senhor – Daniel – Desapareceu. O Corvo Matthew partiu em seu encalço no mundo desperto, cruzando o caminho com Tim Hunter, Lúcifer e… Quatro jovens de New Orleans, Louisiana. Mas por que o corvo foi atraído até elas e que envolvimento as garotas poderiam ter com os eventos ocorridos no Sonhar?

O roteiro da escritora  Nalo Hopkinson nos convida fortuitamente a enxergar os caminhos místicos dos personagens através da cultura dos deuses africanos e da magia Vodu. Logo de cara somos introduzidos à Erzulie, deusa de muitas faces, tanto do amor quanto da guerra e ao Tio Segunda-Feira, cuja mitologia é desenvolvida no decorrer da trama. A história segue de forma independente, apesar de ter como grande parte de seu cenário o reino do Sonhar simultaneamente aos acontecimentos de Caminhos E Emanações, porém temos apenas a menção do que acontece, até porque o Sonhar é muito grande e Erzulie em sua casa-barco dos sussurros tinha problemas mais urgentes com que se preocupar, com seu sobrinho, o deus Sakpatá tendo liberado uma pandemia sobrenatural na Terra com efeitos catastróficos.

As irmãs Lumi, Habibi, Latoya e sua namorada Maggie acabam envolvidas com Sakpatá depois de descobrirem um livro, na verdade seu diário, o qual continha seus planos de criação de um vírus que se espalha pelos sonhos. Conforme vimos em The Sandman Universe 1, Lucien dá falta de um livro na biblioteca dos sonhos, fato até então inédito e embora não seja confirmado, fica claro de que se trata do mesmo livro, ainda que os motivos de seu desaparecimento continuem desconhecidos, como um mistério da casa de Abel ou um segredo da mansão de Cain.

Fato é que a deusa Erzulie percebe a movimentação sorrateira de Sakpatá, mas antes que possa agir, ela e alguns de seus fiéis são sugados para o Sonhar através de uma de uma de suas fissuras incomuns que surgiram recentemente, onde ela fica desconectada de sua fonte de poder e aprisionada no lugar, fato que poderia facilmente ser resolvido pelo Senhor dos Sonhos, caso alguém soubesse onde ele se encontra. As vidas das meninas ficam entrelaçadas com a de Erzulie e enquanto a pandemia de Sakpatá se alastra, a deusa precisa manifestar suas outras formas na esperança de retornar ao seu lar e impedir o sobrinho. Uma grande sacada é que diferente das outras residências, movidas por mistérios e segredos, a Casa dos Sussurros é movidas por boatos, que podem se alastrar como um vírus causando danos ou abrindo portas para novos lugares.

Os desenhos de Dominike “DOMO” Stanton além de bonitos possuem muita sensibilidade ao retratar personagens tão envolventes e com histórias de vida muito cativantes, mesmo quando o assunto foge ao sobrenatural. (No entanto, quando este entra em cena é arrebatador). Com uma trama que evoca orixás, cultura negra, quebra de estereótipos e aborda com naturalidade a diversidade sexual, Casa dos Sussurros acaba trazendo à tona velhos conceitos do clássico título Sandman de Neil Gaiman, atualizados e sintonizados com o que temos de melhor a oferecer na contramão do preconceito e da intolerância!

A CASA DOS SUSSURROS VOL. 1: PODER APARTADO foi publicado no Brasil pela Panini em um encadernado com as seis primeiras edições de House of Whispers e a republicação da história introdutória de The Sandman Universe 1.

Se liga no Santuário e acompanhe com a gente as resenhas de todos os volumes de O UNIVERSO DE SANDMAN:

O SONHAR: VOL. 1 – CAMINHOS E EMANAÇÕES

LÚCIFER: VOL. 1 – A INFERNAL COMÉDIA 

OS LIVROS DA MAGIA: VOL. 1 – TIPOS MÓVEIS

Um comentário sobre “RESENHA: O UNIVERSO DE SANDMAN – A CASA DOS SUSSURROS: VOL. 1 – PODER APARTADO.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s