RESENHA: O MUNDO SOMBRIO DE SABRINA – VOL. 2

Por Henry Garrit

Meio humana, meio bruxa, Sabrina precisa lidar com graves consequências ao usar sua magia desequilibrando o mundo dos mortos ao trazer seu namorado de volta à vida, o que por si só já seria um desastre se o mesmo não estivesse possuído por outra entidade e toda a família Spellman não se encontrasse na mira da tenebrosa Madame Satã que não vai descansar enquanto não obter sua meticulosa vingança com requintes de crueldade.

Ave, Satã!

Como já estabelecido, O Mundo Sombrio de Sabrina se propõe a contar histórias de terror usando uma versão bem diferente do que já foi apresentado da personagem no decorrer dos anos, tanto nos próprios quadrinhos da Archie, quanto em animações e a famosa série humorística Sabrina, Aprendiz de Feiticeira. Passando longe dessa temática leve, e também diferente da série da Netflix com o mesmo nome, apesar de ser sua fonte de inspiração, aqui o enredo é ambientado nos anos sessenta, resgatando e remodelando conceitos clássicos como a da Madame Satã, e a HQ de fato cumpre sua promessa, distanciando-se da adolescente pueril e introduzindo uma jovem bruxa nem tão inocente, criada por uma família menos benevolente ainda, afinal ela é uma bruxa, com todas tradições e costumes que seu coven lhe impõe.

Esta edição tem boa parte de suas páginas dedicadas a revelações sobre o passado de certos personagens, contando por meio de flashbacks suas origens e motivações. O interessante é que essas origens são totalmente diferentes das versões clássicas, o que possibilita criar novas e interessantes histórias, um dos grande méritos do roteirista Roberto Aguirre-Sacasa, dono de um texto cativante que faz com que a leitura flua de modo dinâmico deixando no leitor aquele gostinho de quero mais. As passagens com as histórias do famoso gato falante Salem e das serpentes Nag e Nagaina poderiam ter sido enfadonhas em mãos menos habilidosas, mas Aguirre-Sacasa consegue fazê-las de modo tão interessante que até conseguimos segurar a ansiedade de retorno ao plot principal, onde – pra variar – Sabrina quebra todas as regras, enfrenta séculos de doutrinas do ministério bruxo, entra em conflito com suas tias Hilda e Zelda e segue determinada em seu objetivo, motivada pelo amor que sente pelo jovem Harvey, porque afinal, sim, é uma história de terror, mas a protagonista ainda é uma adolescente de dezesseis anos.

O ponto chave acaba sendo, portanto, algumas narrativas paralelas, que apesar de interessantes, criam uma pausa forçada nos eventos principais, com destaque para as muitas respostas dadas sobre Edward Spellman, o pai de Sabrina, onde desvendamos os segredos de sua ascensão como Sumo Sacerdote da Igreja da Noite e sacia nossa curiosidade sobre diversas questões deixadas no volume anterior, mas acaba consumindo espaço no encadernado, adiando o embate de Sabrina com sua grande inimiga – a quem ainda desconhece e continua a manipulá-la nas sombras – deixando um gancho para um próximo volume. Apesar disso, esses capítulos foram pertinentes para situar a história e trouxeram bons momentos de terror que justificam a escolha de tal seleção.

A arte de Robert Hack continua horripilante – no melhor sentido da palavra – combinando totalmente com estilo retrô repleto de gore que o título exige.

Roguemos a Satã para que tenhamos novas edições arrepiantes de O Mundo Sombrio de Sabrina o quanto antes!

O MUNDO SOMBRIO DE SABRINA Vol. 2 foi publicado no Brasil pelo selo Geektopia da Novo Século reunindo as edições de “Chilling Adventures of Sabrina – Monster-Sized Edition‘” – Vale destacar que essa edição traz marcador de páginas, mini pôster e tatuagens temporárias com brindes.

Leia também a resenha de O MUNDO SOMBRIO DE SABRINA Vol. 1

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s