Resenha: Patrulha do Destino – “Undead Patrol”

Por Henry Garrit

Atenção, para falar deste episódio, provavelmente darei spoilers dos três anteriores, então se isso for um problema (eu pessoalmente odeio) assista o início desta terceira temporada primeiro, e seja legal lendo a resenha anterior clicando no link mágico aparecerá na sequência: (Este é o próprio link mágico).

Espaço reservado para enrolar enquanto você se inteira dos acontecimentos prévios sem tomar um spoiler involuntário.

Já deu?

Certeza?

Beleza, vamos lá então.

TODO MUNDO VIROU ZUMBI, BICHO!!!!

Sim, todos viram zumbis nesse episódio, bicho! Tá, o episódio se chama “Undead Patrol” e tal, mas sei lá… De repente podia ser tipo um sonho e depois eles acordariam e não seria nada daquilo. Eu odeio esse lance das coisas serem só um sonho e depois não serem nada daquilo, ainda bem que não foi. Desculpa Lorde Morfeus. Se bem que no caso dele, não é tão simples assim, tipo: “Era tudo um sonho e depois não era nada daquilo”? Retiro o que disse.

A Patrulha do Destino conseguiu voltar ao mundo dos vivos graças a ajuda dos Garotos Detetives Mortos que podem ou não ser um elo de ligação com Morfeus, o irmão mais velho da Morte da série Sandman que ainda não estreou na Netflix mas está bem próxima disso. Eles morreram após ser atingidos por um raio da morte alienígena, encararam seus medos e reencontraram entes (as vezes nem tão) queridos no além, até serem trazidos de volta com o auxílio de Dorothy, e vamos combinar, a garota é poderosa mesmo, ainda que não tenha alcançado todo o seu potencial, o que pode acontecer agora que ela decidiu se unir aos Garotos Detetives Mortos e sua amiga médium. Shipo demais os meninos, tomara que eles fiquem juntos logo, já que não deu pra ser na vida, que seja na morte, nunca é tarde.

Alguns mistérios foram lançados e ainda persistem, como a própria Rita impedindo ela mesma de fugir da morte certa. A grande pista é que já sabemos que a Madame Rouge que não se lembra que se chama Madame Rouge é supostamente uma viajante do tempo, o que possibilitaria o ocorrido, mas por que Rita voltaria e causaria sua morte, ainda que soubesse que não seria algo permanente?

Então gente, não seria um mistério se a gente já soubesse. Sigamos.

MELHOR. VILÃ. DE. TODAS. TODAS. TODAS.

Voltar dos mortos nunca é fácil. Não que eu fale por experiência própria, (imagina que engraçado se fosse…) mas pela observação da forma como o tema é tratado na literatura, cinema, tevê, quadrinhos e afins. Sempre considerada como “não natural”, a ressurreição geralmente ocorre em casos extremos e raros, onde a Morte é “enganada”, ainda que para aqueles que fazem a travessia para o lado oposto ao que deveriam, a coisa está mais para adiar o inevitável. Mas não se enganem, a irmã mais nova de Morfeus, ou seja lá qual for a concepção da morte disponível no momento, não é tola e ela sempre vence no final, impreterivelmente.

Talvez pelo simples fato de terem quebrado todas as regras estabelecidas desde que o mundo é mundo, principalmente aquela que diz que quando uma pessoa morre ela precisa ficar morta, (salvo relatos de cerca de dois mil anos e centenas de pessoas sendo trazidas de volta por médicos diariamente nos hospitais), OU quem sabe através do vômito verde da mulher aracnídea que eles encontraram no além, os membros da Patrulha começaram a apodrecer e se tornar zumbis comedores de cérebros, ou pelo menos a maioria, já que Niles Caulder continua tecnicamente morto, sendo apenas uma cabeça decepada falante graças ao feitiço de John Constantine Willoughby Kipling, e nosso querido representante da comunidade LGBTQIA+ Larry Trainor, que não morreu junto com os outros, mas aparentemente está morrendo agora, uma vez que o espírito negativo deixou seu corpo, então ele entrou na onda e tornou-se um zumbi também (o que descartaria o lance do vômito verde da mulher aracnídea que eles encontraram no além uma vez que Larry não estava com eles nessa ocasião, ou pode ser um furo de roteiro que será explicado de forma espetacular nos próximos episódios, ou simplesmente algo que passou, é isso, foi legal, supera, sigamos).

Nosso sempre lembrado Crowley Willoughby Kipling!

Voltemos agora nossa atenção para a hóspede desmemoriada na mansão de Caulder, ou melhor, invasora, porque só chegou chegando sem ser convidada, ainda que obviamente tenha um passado com Niles, (quem não tem?) não necessariamente um bom passado, a já citada Madame Rouge que não sabe que é a Madame Rouge e talvez nem seja, porque isso foi divulgado em algumas prévias da série mas, sabe, isso é Patrulha do Destino, tudo pode acontecer, então, vamos adotar o apelido dado a ela por Rita, Shannon. Sigamos.

O ponto alto ocorre quando aquele personagem fracassado e inexpressivo da temporada anterior cujo nome nem merece ser citado (não lembro) rouba a cabeça decepada de Niles e busca vingança contra a Patrulha, que neste momento continua zumbificada e preocupada apenas com cérebros, mas John Constantine Willoughby Kipling e “Shannon” parecem ter um plano usando a Patrulha Zumbi contra ele e, bem, o que poderia dar errado? Um ataque de bundas mutantes assassinas? Sim, é isso mesmo que acontece.

Mais uma terça-feira na vida de nossas adoráveis aberrações. No quesito “não acredito que eles filmaram isso e colocaram numa série” a Patrulha continua imbatível e por isso mesmo, uma das minhas séries favoritas e a melhor coisa baseada em quadrinhos que temos atualmente na última semana.

RESENHAS DA TERCEIRA TEMPORADA DE PATRULHA DO DESTINO:

Episódios 1, 2 e 3 Possibilities Patrol, Vacay Patrol e Dead Patrol

Episódio 4 Undead Patrol

E abaixo vocês encontram links para TODAS as resenhas dos quadrinhos da PATRULHA DO DESTINO na sua aclamada fase na VERTIGO:

Vol. 1 – Rastejando dos Escombros

Vol. 2  – A Pintura que devorou Paris

Vol. 3 – Rua Paraíso Abaixo

Vol. 4 – Supermusculatura

Vol. 5 – O Ônibus Mágico

Vol. 6 – Planeta Amor

Especial Flex Mentallo

Pôster antigo, mas legal.

Um comentário sobre “Resenha: Patrulha do Destino – “Undead Patrol”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s